Reserva de hotéis: como garantir a segurança do viajante corporativo

Para garantir o sucesso de uma viagem corporativa, não basta somente buscar a melhor relação custo x benefício. É preciso pensar primeiro na segurança do viajante! Por isso, é necessário tomar algumas precauções e assegurar que tudo saia conforme o previsto, e seu colaborador retorne à empresa são e salvo após realizar sua missão. E, nesse sentido, uma das medidas mais importantes é prezar pela integridade do hotel escolhido. 

Como saber se o hotel que você está planejando reservar é realmente seguro? Neste post, a gente explica!

Procure imagens reais do hotel

Existem vários sites de viagens e reserva de hospedagens que publicam fotos reais do hotel, tiradas pelos hóspedes. Normalmente, elas são mais confiáveis, mostrando com clareza os ambientes e as condições do lugar, e servindo como um importante fator de decisão.

É importante comparar as fotografias de diversos estabelecimentos para avaliar o quarto planejado. Elas podem ser reveladoras e ajudar a descobrir se o quarto é limpo e arejado, por exemplo. 

Leia os feedbacks de outros usuários

A maioria dos sites de viagens disponibilizam um espaço para avaliações e resenhas de pessoas que já se hospedaram. Nesses sites, é possível encontrar comentários honestos de clientes anteriores e ter uma ideia melhor sobre o que esperar do hotel: se a limpeza é satisfatória, se os quartos são silenciosos, se o ar-condicionado funciona, entre outras informações úteis na hora da tomada de decisões.  

Sempre que possível, dê preferência a hotéis com pontuações mais altas e comentários mais elogiosos, e evite causar transtornos desnecessários à viagem corporativa

Cuidado com a localização do hotel

Não adianta garantir um ótimo preço se o hotel for mal localizado, longe dos grandes centros ou em lugares muito ermos e sem policiamento. Primeiro que isso acarretará mais gastos com transporte, e segundo que pode arriscar a segurança do viajante corporativo

Uma boa dica é fazer uso de serviços de mapas online, como o Google Maps, para ver a localidade em tempo real e fazer um tour virtual utilizando o street view. Explore toda a região e procure localizar os serviços essenciais existentes na vizinhança. Dê preferência a hotéis com fácil acesso a transporte público e próximos aos locais dos compromissos marcados. 

Prefira hotéis de redes renomadas

Na dúvida, é sempre bom dar um crédito para redes de reputação no mercado. Por isso, na hora de planejar sua viagem corporativa, é melhor dar preferência a redes mais conhecidas, que tragam mais garantia por terem um nome mais forte a zelar.

É claro que isso tem um preço mas, pesquisando bem, é possível chegar a um denominador comum. Evite também os hotéis que ofereçam preços muito abaixo da média, porque podem não ser confiáveis. Mesmo que você se depare com uma promoção irresistível, é interessante procurar mais informações antes de fechar. 

Cheque os serviços oferecidos

Antes de fechar uma reserva, é essencial verificar todos os serviços e benefícios que o hotel oferece. Esse é o momento para checar, por exemplo, se o acesso ao wi-fi é grátis, qual é o horário do café da manhã (e se está incluído na diária), que horas deve ser feito o check-out, se há serviço de quarto, se existe lavanderia no hotel, quais são as eventuais taxas que podem ser cobradas, entre outras dúvidas pertinentes. 

Confirme a reserva com antecedência

Para evitar surpresas desagradáveis, é importante confirmar suas reservas por e-mail ou por telefone antes de viajar.

Além de evitar mal-entendidos desagradáveis e garantir que está tudo certo, esse contato prévio ainda permite tirar dúvidas de última hora antes do embarque do viajante. 

Avalie as políticas de segurança do local escolhido

Por fim, avaliar as políticas de segurança do hotel é fundamental para o sucesso da viagem corporativa. É preciso se informar sobre cofres para guardar objetos de valor (equipamentos da empresa, por exemplo) e, principalmente, se assegurar sobre a maneira como é feita a eventual restituição de objetos perdidos ou furtados dentro do estabelecimento.

Também é importante confirmar se protocolos de segurança obrigatórios, como câmeras de segurança, controles de acesso e vigilância especializada, estão sendo cumpridos pelo hotel. Vale lembrar que os hotéis são responsáveis por qualquer tipo de incidente decorrido da falta de manutenção ou de negligência, e isso deve estar explícito nas políticas do local. 

 

Seguindo essas dicas, é muito mais simples planejar uma viagem segura e tranquila, e garantir que todas as atividades programadas sejam cumpridas com eficiência. O sucesso da viagem corporativa pode depender disso!