Dúvidas sobre bagagem de mão? Siga estas regras simples

Uma das tarefas mais importantes que o viajante corporativo deve realizar antes de embarcar para uma viagem de negócios é fazer as malas, e isso inclui escolher o que levar na bagagem de mão. Inclusive, é bem comum que em viagens a trabalho mais curtas os profissionais optem por carregar apenas o essencial na mala de mão para facilitar o check-in e economizar tempo. 

É preciso manter os itens pessoais básicos sempre acessíveis sem, contudo, desobedecer às regras. Afinal, imagine só o transtorno de colocar todos os pertences importantes na mala de mão e, por um mero descuido, ser obrigado a despachá-la na hora H! Ou, pior ainda, ter que jogar fora itens “proibidos”. Seria um problemão, não é mesmo? 

Neste post, vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre os itens permitidos ou proibidos em bagagens de mão, além de listar os limites de quantidade, peso e dimensões para evitar transtornos na hora do embarque. 

As principais regras e cuidados para a bagagem de mão

Itens proibidos na mala de mão

Alguns itens são vetados para bagagens de mão em todas as companhias aéreas, mas, para garantir, consulte as restrições impostas pelos locais de destino e pela companhia contratada, pois pode haver exceções.

Em geral, os itens proibidos são quaisquer objetos pontiagudos ou cortantes, como tesouras, alicates, canivetes, facas e estiletes; produtos inflamáveis ou explosivos; armamentos; ferramentas como chaves de fenda, serras, parafusadeiras, martelos e furadeiras; produtos químicos ou que possam ser tóxicos, como alvejantes e baterias, entre outros. Também não é possível carregar na bagagem de mão embalagens contendo líquidos acima de 100 ml. 

Itens permitidos na mala de mão

É permitido carregar líquidos como shampoo, condicionador e perfumes na bagagem de mão, desde que se respeite as limitações. Para voos internacionais, pode-se levar até um litro de líquidos e géis, contante que esse volume esteja fracionado em frascos de até 10 ml. Já para voos domésticos, a regra é um pouco mais branda: o limite é de até 1,2 litro dividido em recipientes de até 300 ml. 

Já para embarcar com bebidas alcoólicas na bagagem de mão existe uma regra impondo que elas não devem exceder mais de 70% de álcool por garrafas, e o limite é de cinco litros por viajante. 

Medicamentos podem embarcar normalmente na mala de mão, contanto que estejam acompanhados da receita médica. No caso de alimentos especiais para pessoas com restrições dietéticas, como bebês ou diabéticos, pode-se carregar a quantidade necessária para consumo durante o voo.  

Atente também para alguns itens considerados inofensivos, mas que também têm restrições! Os isqueiros, por exemplo, devem medir menos do que 8 cm, e objetos com lâminas, como barbeadores, devem ser menores do que 6 cm. Os aerossóis só são permitidos em caso de uso médico ou, em caso de itens de higiene, caso estejam condicionados em embalagens de até 300 ml.

Objetos como guarda-chuvas, aparelhos de barbear e termômetro estão liberados. Em caso de viagens com destino aos Estados Unidos, quaisquer produtos em pó só podem embarcar em embalagens de até 350 ml. 

Regras sobre peso e dimensões

Recentemente, houve algumas alterações nas regras de franquia da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Pela nova regulamentação, o passageiro tem direito de levar uma bagagem de mão de até 10 kg, contanto que a soma de suas dimensões (comprimento + largura + altura) não exceda os 115 cm. Os limites quanto ao número de malas de mão permitidas podem variar de acordo com as  companhias aéreas, portanto, é sempre importante verificar essa informação na hora de reservar as passagens. 

Além da bagagem de mão permitida, também é permitido embarcar com uma mala pequena que caiba debaixo do assento. Normalmente, opta-se por bolsas e mochilas. É importante embarcar no avião com antecedência para garantir que haja espaço suficiente para sua bagagem de mão e evitar contratempos de última hora. 

Itens para não esquecer!

Agora que você já sabe o que pode e o que não pode levar na bagagem de mão, chegou a hora de fazer aquele checklist básico com os itens essenciais que não podem ficar de fora.

Não se esqueça de incluir na mala de mão os documentos pessoais e os da empresa, os itens de valor como dinheiro, cartão de crédito, notebooks ou tablets, os aparelhos eletrônicos, os carregadores e adaptadores e um bom fone de ouvido para fazer companhia durante as horas de voo.

Também é aconselhável incluir uma muda de roupa por precaução caso a bagagem se extravie, além de um nécessaire com itens de higiene pessoal e medicamentos básicos, como antiácidos ou remédios para dor de cabeça ou enjoo, por exemplo. Levar livros, revistas ou palavras-cruzadas também podem ser interessantes para passar o tempo durante o período de voo. 

Uma última dica: não deixe para organizar sua bagagem de mão na última hora! O ideal é arrumar tudo com calma e revisar cada item da checklist para garantir que não esqueceu nada. Assim, as chances de ter uma viagem agradável e tranquila são muito maiores!