Dicas infalíveis para reduzir o índice de turnover nas equipes

O turnover é um dos índices mais importantes para medir a eficácia do RH, pois é uma maneira de mensurar o comprometimento e o engajamento dos colaboradores com a empresa. Ter um índice de turnover muito alto indica que os funcionários estão pouco alinhados com os valores e propostas da organização e que pode haver problemas nos processos ou no relacionamento interpessoal dentro do ambiente de trabalho. Por isso, é essencial melhorar essa taxa para ter mais sucesso.

Quer entender melhor como reduzir o turnover em sua empresa? Neste post, daremos dicas para melhorar essa taxa! 

O índice de turnover

No mundo corporativo, o turnover está relacionado à rotatividade de profissionais dentro de uma empresa por motivos de demissão ou troca de emprego. O índice de turnover é utilizado pelo setor de RH para garantir a capacidade de a empresa reter seus talentos.

Dentre outras coisas, o índice de turnover pode indicar a qualidade dos processos seletivos e de admissão dos funcionários, a sustentabilidade do ambiente de trabalho, os benefícios oferecidos aos colaboradores e, é claro, a capacidade de retenção de talentos, impedindo que as “estrelas” da organização sejam seduzidas pela concorrência. 

Calcular o índice de turnover é simples. Basta utilizar a seguinte fórmula: 

número de demissões feitas durante o mês + número de admissões feitas durante o mês / número de funcionários no quadro da empresa.

Para obter o valor em percentual, basta multiplicar o resultado por 100

Por que um turnover alto é ruim? 

Uma certa rotatividade é sempre esperada, mas, em exagero, isso pode trazer problemas. Um índice de turnover acima de 5% já é considerado alto, e pode trazer consequências desagradáveis, como os altos custos de rescisão, o gasto com processos seletivos, as despesas com treinamento de funcionários novos, a perda de capital intelectual, a instabilidade no ambiente corporativo e a perda de profissionais qualificados para o mercado. 

Existem diversas razões que explicam um alto índice de turnover na empresa, como as más condições de trabalho, a falta de motivação e incentivo, a falta de investimento em capacitação das equipes, os baixos salários praticados, a falta de liderança e de controle dos processos, o déficit de planejamento e problemas de relacionamento em geral. 

Como reduzir o índice de turnover de uma vez por todas? 

Para evitar todos os problemas descritos acima, é importante manter a taxa de turnover dentro de parâmetros razoáveis, mensurando-a de tempos em tempos. Ao identificar um aumento no índice, é fundamental tomar algumas medidas para tentar reverter a situação antes que ela saia do controle. Confira a seguir algumas práticas para diminuir o turnover. 

Tenha processos seletivos eficientes

Na hora de admitir um novo funcionário, não basta analisar o currículo e verificar se ele tem os conhecimentos e experiências exigidos. Um processo seletivo eficaz vai além disso e procura profissionais que estejam realmente alinhados com a cultura empresarial. 

É importante deixar claro, no momento da seleção, os principais pontos da política da empresa, as regras internas e a remuneração. Assim, o candidato não terá dúvidas sobre a vaga para a qual está concorrendo. Isso evita que ele peça demissão em um curto intervalo ou que você precise desligá-lo por incompatibilidade com a empresa. 

Invista na capacitação

Investir em treinamento e na qualificação dos colaboradores é essencial para mantê-los atualizados e produtivos. Além de se sentirem muito mais motivados ao perceber que a empresa investe em seu desenvolvimento profissional, funcionários bem treinados exercem melhor suas funções, sem erros ou retrabalho, e, consequentemente, trazem resultados mais sólidos. 

Desenvolva um plano de carreira

Ter um plano de carreira é essencial para reter talentos. É preciso ter um plano de cargos, carreiras e salários bem definido para que os colaboradores se mantenham engajados, afinal, ao vislumbrar oportunidades de ascensão dentro da empresa, os profissionais se comprometem muito mais com o trabalho.

Com um bom plano de carreira, os trabalhadores enxergam as possibilidades de crescimento e se sentem mais motivados em permanecer na empresa, mesmo se receberem outras propostas, pois sabem que ali eles estão sendo valorizados. 

Ofereça benefícios atrativos

Nem sempre oferecer uma remuneração justa é o bastante para reter talentos na empresa. Para motivar ainda mais os profissionais a não mudarem de emprego, é importante oferecer outros benefícios, como auxílio-alimentação, flexibilidade de horários, possibilidade de home-office eventual quando isso não atrapalhar os processos da empresa.

Também é interessante firmar parceria com empresas que promovam a saúde e o bem-estar de profissionais ou mesmo oferecer descontos em alguns estabelecimentos. Tudo isso ajuda a estreitar os laços entre os colaboradores e a empresa, o que se reflete na redução do índice de turnover. 

Construa um ambiente de trabalho saudável

Não adianta praticar ótimos salários e oferecer vários benefícios aos colaboradores se o ambiente de trabalho for tóxico. Para ajudar na retenção de talentos, é essencial investir no bem-estar e na qualidade de vida no ambiente organizacional. 

Isso inclui proporcionar instalações confortáveis, prezar pela segurança, investir em equipamentos de boa qualidade e criar boas condições para que todos possam trabalhar em harmonia, sem estresses desnecessários. 

Além disso, é importante criar uma cultura de feedbacks em que os líderes exponham claramente (e em particular!) aos colaboradores os pontos negativos e positivos de seu trabalho. Isso faz com que eles saibam exatamente o que precisam fazer para melhorar suas entregas e tenham a oportunidade de “mostrar serviço”. Isso é muito melhor do que dar “broncas” em público, e colabora para um ambiente de trabalho mais sustentável. 

 

Melhorar o índice de turnover é uma preocupação em sua gestão? Se sim, que tal começar a pôr essas dicas em prática?